Com a chegada das compras de natal, chega a altura de  gastar dinheiro. Mas depois, normalmente em Janeiro o reflexo dos nossos excessos faz-se sentir de forma sintomática na nossa conta bancária.

Assim, para tentar evitar os excessos próprios da época, resolvi fazer uma lista fácil de compreender para quem (como eu) pretende poupar nas compras de Natal, tentando evitar excessos em demasia, porque em alturas de crise, tudo o que podermos poupar, é uma ajuda grande.

Vamos então por partes………

1 – Faça uma lista para quem tenciona comprar prendas (ou lembranças) de Natal.

Faça uma lista com as pessoas a quem pretende oferecer algo no Natal, seja uma prenda de maior valor ou uma pequena lembrança. Pode também optar por criar segmentos de valor para cada tipo de prenda e /ou pessoa.

Ao fazer este simples exercício de criar uma lista, pode também mais facilmente definir quais as prendas prioritárias a serem adquiridas, e assim evitar as supresas próprias desta época como por exemplo:…. a roptura de stock de alguns produtos..:)

2 – Estabeleça um orçamento global

Esta é, se calhar a mais importante de todas, a medida que pode custar mais. Mas seja realista e veja quanto é que pode gastar sem entrar em desvarios.

Estabeleça um orçamento realista e que corresponda efectivamente à disponibilidade financeira que pode dispor.

3 – Distribuir o orçamento por cada pessoa

Depois de ter o orçamento global, pegue na lista com os nomes e atribua um valor para cada uma.

Esta é uma prática utilizada pelas empresas para premiar os seus clientes pelo volume de facturação que representam. Se adoptarmos esta estratégia para as nossas compras pessoais, estamos também, de certa forma, a “premiar” as pessoas pelo seu grau de significado na nossa vida.

4 – Compre antecipadamente

Evite fazer compras de última hora, é que neste caso a tendência é para sermos dominados pela emoção e não pela razão.

Basta evitar a confusão de última hora, para que as suas compras sejam mais racionais, e menos levadas pelo instinto do momento.

5 – Compre pela Internet

Com as vantagens oferecidas hoje em dia, porque não comprar comodamente em casa pela internet? Assim não cairá em emoções, e conseguirá mais eficazmente cumprir com o seu orçamento.

6 – Aproveite promoções

Tente fazer valer os seus direitos de consumidor e verifique quais os artigos em promoção que se enquadram com o seu orçamento, e com a pessoa que o irá receber.

Acima de tudo, tente sempre lembrar-se de que não é o valor monetário da prenda que será apreciado por quem recebe, mas sim a utilidade e as lembranças que trará a quem receber.

Afinal o espírito de Natal é mais do que fazer compras estourando limites de crédito, acima de tudo é partilhar os bons e maus momentos.

Conhecem mais dicas para poupar nas compras de natal?

Até Breve!

Related Posts with Thumbnails