Ser um bom líder, não é difícil. Mas em momentos de crise é sempre um desafio para qualquer um. Mas com pequenos ajustes nos comportamentos é possível “fazer mais com menos”, que é um conceito cada vez mais presente nos dias que correm.

É fácil de perceber porque é que as empresas devem apostar em criar um bom ambiente de trabalho. Afinal trabalhadores motivados produzem mais e melhor do que os trabalhadores desmotivados.

Assim, torna-se fácil entender porque é que as empresas devem querer criar um bom ambiente de trabalho para os seus trabalhadores. No entanto, por vezes torna-se difícil perceber quando é que se deve começar a incrementar algumas das medidas.

Por outro lado, ainda há muitos mitos sobre o mercado de trabalho que inibem os comportamentos mais adequados.

Se pretende dinamizar a sua equipa de colaboradores, ou se acha que o seu chefe devia implementar mudanças, para criar um ambiente de trabalho salutar e dinamizador de talentos, então considere as seguintes dicas:

1. Comece por si

Para conseguir criar um excelente ambiente de trabalho, comece por si próprio. Descubra as suas forças e fraquezas, quer comportamentais, quer técnicas, e dedique algum tempo a melhorar nas áreas onde tenha mais lacunas.

Nunca se esqueça que ninguém gosta de trabalhar com pessoas carrancudas, e que “não sabem o que estão a fazer”. Seja atento, disponível, e acima de tudo desenvolva eficazmente aquele conceito tão bonito que se vê em quase todos os anúncios de emprego que dá pelo nome de “trabalho de equipa”. Um bom Líder nunca está sozinho. Sozinho nunca se consegue nada!

2. Esqueça o organigrama!

Um organigrama da empresa, é apenas uma representação gráfica. Por isso esqueça o seu “pedestal” e trate toda a gente que trabalha na empresa como um colega, como um parceiro. E por favor evite dizer alto a expressão “eu é que sou o chefe!” Em principio as pessoas que trabalham consigo (já) sabem qual a posição que ocupa na empresa. É escusado estar sempre a lembrá-los de que ganha mais do que eles. Um mau chefe, nunca será um bom líder!

3. Contrate os melhores.

“Contrate pessoas que efectivamente tragam mais-valias para a empresa. No ambiente competitivo em que vivemos, o tempo de trabalho deve ser o mais simpático e feliz, já que é no local de trabalho que passamos a maior parte do tempo diário, então esse tempo deve ser rentabilizado da melhor maneira. E se estivermos rodeados de pessoas que partilham o nosso sentimento de visão, missão, estratégia, valores e comprometimento, e acima de tudo que GOSTEM DO QUE FAÇAM, então o trabalho deixa de ser uma chatice e passa a ser DIVERTIDO!

Os colaboradores talentosos ajudam a manter o nível de crescimento de qualquer empresa de uma forma que é reconhecida por todos os que o rodeiam, principalmente aqueles a quem queremos sempre agradar… os nossos CLIENTES!

 

4. Veja os colaboradores e colegas como pessoas completas.

As pessoas não são máquinas! (é melhor repetirem esta expressão várias vezes). É certo que o trabalho é importante, mas nunca nos devemos esquecer de que “há mais vida para além do trabalho”. Não é preciso abrir um consultório de vida privada na empresa, mas basta perceber até onde é que as pessoas estão dispostas a levar os seus limites. Sem tempo pessoal ninguém aguenta muito tempo. Por isso encoraje os seus colegas a fazerem actividades extraprofissionais. Ajuda a libertar o stress e é sempre uma forma de descomprimir.

5. Seja positivo e (auto) motivador.

Há um mito urbano que diz que “8 em cada 10 pessoas vão para o trabalho com vontade de fazer a diferença, mas pela hora do almoço esse número desce para 4”. Isto deve-se normalmente a um ambiente de trabalho que restringe a autonomia e a capacidade motivacional, quer das chefias quer dos próprios colaboradores.

A comunicação clara, a partilha da visão do negócio, e a vontade de partilhar conhecimentos, são todas atitudes que devem ser encorajadas e praticadas por todos.

Se a motivação (própria e a dos outros) for feita de uma forma positiva e construtiva, o maior problema a enfrentar vai ser a falta de espaço devido ao crescimento da empresa.

Melhor do que dizer é dar a liderança pelo exemplo. Um bom líder é aquele que os outros seguem!

6. Promova a Responsabilização.

Se as pessoas sentirem que são responsáveis pelo seu trabalho, é garantido que trabalharão mais e melhor. Não há nada melhor do que o estabelecimento de “contratos psicológicos” em vez de contratos de trabalho.

7. Comece Agora.

Se ainda está a ler este artigo….. comece já agora pelo Ponto 1. Um Bom líder sabe que perder tempo é algo que não se faz!

Já agora, acham que se devia acrescentar mais algum item a esta lista? Partilhem as vossas opiniões e deixem um comentário!

Até Breve!

 

Related Posts with Thumbnails