Todos gostamos de ouvir histórias de sucesso porque nos sentimos identificados com a perspectiva de um dia isso nos poder acontecer a nós. E quando se trabalha de forma independente, seja como freelancer, seja como prestador de serviços, e mesmo como trabalhador assalariado, gostamos que reconheçam o nosso valor enquanto pessoas e profissionais.

No entanto, na maior parte das vezes, assistimos precisamente ao contrário desta solução ideal, e o que verificamos, é que deixamos vezes demais o laxismo e a preguiça tomarem conta das nossas actividades, até que nos sentimos completamente dominados pela falta de tempo e daí até começar a sentir o stress é um passo muito pequeno.

As maneiras que encontrei para tentar combater este estado de coisas, já que sou igual a toda a gente, e também eu adquiri alguns hábitos de trabalho e pessoais, que me foram impedindo de ser mais produtivo, mesmo de uma forma inconsciente. Já aqui referi o principio da inércia humana, e mantendo o foco em que para nos habituarmos a novos hábitos e métodos, só precisamos de os trabalhar e torná-los rotineiros!

Desta forma aplicamos uma velha máxima que diz :

“O uso desenvolve, o não uso atrofia e isto aplica-se a tudo na nossa vida!”

Ou seja, para mudarmos algo, sentirmos mais motivação, e conseguirmos cumprir com os nossos objectivos, é necessário adquirir rotinas e hábitos saudáveis que nos permitam fazer isso de uma forma natural e que esteja enraizada nas nossas atitudes e comportamentos para que assim o façamos sem esforço, já que sendo hábitos que se pratiquem diariamente não nos custa tanto como se fosse algo novo ou diferente.

Nunca nos podemos esquecer que o segredo para escapar às nossas crises, sejam elas quais forem, e evitarmos perder dinheiro devido à nossa inactividade ou falta de produtividade, reside acima de tudo nos hábitos que desenvolvemos.

Assim, a chave que encontrei para me obrigar a ser mais disciplinado e também mais rigoroso comigo próprio, foi a de desenvolver certos hábitos para ser mais disciplinado e ao mesmo tempo mais produtivo. Algumas destas indicações são hábitos bastante simples, mas que ao simplificar as rotinas resultam em resultados mais eficazes.

1 – A auto-promoção

A promoção é a chave para o sucesso. Numa época em que cada vez mais as redes sociais são utilizadas como ferramenta de dar a conhecer novos projectos, e as pessoas por detrás dos mesmos, quem se conseguir promover mais, e melhor, tem mais chances de ser reconhecido pelo seu trabalho e como pessoa.

Quando se inicia uma nova carreira, um novo projecto profissional, e até mesmo um blogue, ninguém nos conhece, pelo que se torna essencial apostar na promoção como uma forma de divulgação de competências, imagem, produtos, bens e/ou serviços.

2 – A persistência

A força de vontade e a persistência é algo que nunca se deve descurar sob pena de nos fazer perder a motivação inicial. A única certeza que podemos ter sempre é que o “Não” está sempre garantido à partida.

Logo cabe-nos a nós a tarefa de não desistir mesmo quando tudo parece sem solução!

3 – O profissionalismo está ao alcance de todos

Sem brio no que se faz, dificilmente se consegue ter sucesso seja em que actividade for. Ninguém dá credibilidade a um amador. Assim é importante ter sempre em atenção que há sempre 3 aspectos a ter em conta: responsabilidade, clareza e credibilidade.

Quando se contacta alguém, convém ter a lição estudada sobre o que se vai dizer, para não perder nem fazer perder tempo com quem contactamos.

4 – Definir prazos reais e cumpri-los

Já falei aqui dos benefícios de uma correcta gestão do tempo, e quando mais organizados nos tornamos, mais eficientes seremos a aceitar novos desafios. No entanto, não vale a pena aceitar tudo aquilo que nos propõe se depois não conseguimos cumprir com as expectativas que criamos.

Vale mais a pena ser realista connosco, e com os outros e termos bem definido o que conseguimos e o que não conseguimos fazer. Assim aumentamos a nossa credibilidade e ajudamo-nos a ser mais profissionais.

5 – Organizar o tempo

Ter um horário definido ajuda-nos a concentrar no sucesso das nossas actividades e a ser mais rigorosos. Organizar o tempo, implica também termos organizado tempos de descanso e cumpri-los. Se não nos comprometermos em cumprir horários, iremos andar sempre à deriva do nosso humor. E isso, acreditem, que não é benéfico para ninguém.

6 – Analisar os erros

Como não somos máquinas, é normal errar (de tempos a tempos), e como só não erra quem nada faz, aproveitemos então as alturas em que erramos para perceber o que aconteceu e como podemos corrigir isso no futuro.

E se desta análise conseguirmos retirar ensinamentos que nos ajudem a melhorar as nossas fraquezas ou os aspectos que devemos corrigir, então é sinal de que estamos no bom caminho para o sucesso.

Estes são os 6 hábitos que procuro desenvolver no meu dia-a-dia, e que me obrigo a tentar fazer por cumprir, para conseguir atingir os objectivos que me imponho.

Mas, como acho que a esta lista pode, e deve, ser acrescentada mais alguma coisa, queria que deixassem os vossos comentários com outros hábitos que considerem importantes.

Até Já!

Related Posts with Thumbnails