Este artigo, é um  Guest Post do André Santos, autor e blogger do do andresantos.posteuro.com

Quando recebi o convite para fazer este guest post, a minha reacção foi de estupefacção e orgulho. Estupefacção pois foi tudo muito de repente, uma proposta a pronto, sem floreados nem exigências. Orgulho pois sou um leitor assíduo do Crise e Dinheiro e passar de leitor a escritor – ainda que por uma única ocasião –  é uma espécie de reconhecimento célere pelo conteúdo que tenho vindo a desenvolver no meu blog (pelo menos essa é a minha perspectiva).

Inquirindo-me sobre qual a melhor forma de aproveitar esta oportunidade, resolvi desde logo preparar algo que reunisse três condições:

– Me desse a conhecer a mim e ao meu projecto;

-Fosse intemporal, podendo ser lido daqui a alguns anos sem perda de pertinência/interesse para o comum dos mortais.

-Traçasse o meu ponto de vista sobre o tema base deste nicho, esclarecendo os porquês da minha entrada neste sector e quais os meus planos para o futuro.

-Tivesse qualidade, estando escrito no melhor português possível sem sacrificar o fácil entendimento para qualquer leigo (como eu) no assunto.

O que resultou desta mescla de directrizes pode ser lido imediatamente:

Nesta altura em que escrevo, a economia mundial ainda se encontra em plena recessão. O leque alargado de países em crise é assombroso: potências como a Rússia e a Alemanha vêm-se a braços com défices, despesas suplementares e dívidas que só se abaterão a longo-prazo. A recessão é de tal forma excruciante que faz vítimas de formas nunca vistas: Portugal e Grécia, tão habituadas à cauda da Europa, são manchete pelo agravamento da (in)sustentabilidade financeira e aumento de impostos, vendo-se o povo obrigado a apertar um cinto que cada vez mais sufoca quem já parcas posses tem. A Grécia está sob um fogo cruzado alarmante: o país está na banca rota e a população manifesta-se violentamente contra a situação. Perguntam-se: Porque é os nossos dirigentes não agiram para evitar este cataclismo?

Alguns (poucos) ganham coragem para dizer o que muitos têm enrolado na língua e não deixam escapar, pecando a denúncia do conjunto de interesses em que se tornou o capitalismo apenas por ser óbvia.

Um dos que não se fez rogado foi Daniel Cohn-Bendit, que numa acesa participação no Parlamento Europeu deu mostras de como se defende um país. Recomendo a todos a visualização deste vídeo.

Com todas estas preocupações monetárias nas nossas mentes, é normal nos sintamos ameaçados e tomemos iniciativas, vendo-nos tentados a procurar formas de rentabilizar o nosso dinheiro e gerar mais rendimentos. Foi com este intuito que eu, André Santos, criei um blog em meu nome onde diariamente escrevo.

Os temas são diversificados, embora o principal seja mesmo o tão afamado “como ganhar dinheiro na Internet”?

Resolvi criar este espaço não só porque escrever é algo essencial para mim mas também para me lançar neste área (o blog é de facto um ponto de partida), fomentando também um espaço de discussão e promoção dos vários sistemas que utilizo para ganhar dinheiro na Internet, credibilizando-me através da minha imparcialidade e das sempre oportunas provas de pagamento.

Neste momento as minhas duas apostas principais são o Share a Pic (inserir link  e o BeRuby dois sistemas sem muito em comum a não ser um grande potencial e a grande esperança que deposito neles e nos rendimentos que resultarão da sua utilização.

A nível pessoal, importa sublinhar que me encontro a estudar (o próximo ano lectivo será o meu último de secundário) no curso de Ciências Sociais e Humanas, não tendo ainda no entanto escolhido de que forma prosseguirei os estudos na universidade. De qualquer forma ainda terei um ano para pensar no curso que quero seguir… a menos que até lá alcance a independência financeira através dos meus ganhos no mundo virtual.

Como o texto já vai longo, aproveito apenas para dizer que o actual domínio e alojamento gratuitos são um meio para atingir um fim, estando dependentes dos resultados que conseguir. No entanto, é quase certo que algures num futuro próximo investirei numa solução mais profissional e que me garanta mais sustentabilidade e versatilidade de conteúdos, num CMS como o Joomla ou o WordPress ( a definir).

Agradecendo a atenção dispensada, resta-me agradecer esta oportunidade e fazer votos de grande sucesso para o Crise e Dinheiro, para que no futuro possa ser uma referência ainda maior em sites do género. Para mim, significa imenso enquanto plataforma de estudo, pelo que posso dizer que já aprendi muito com ele.

E ah, é verdade, não se esqueçam, o próximo guest post é no meu blog… escrito pelo Pedro!

Nota: Este artigo já deveria ter sido publicado há quase 1 mês atrás, mas devido aos meus problemas de saúde, só agora me foi possível fazer aqui a sua publicação. Ao André as minhas desculpas.

Nota 2: Esta semana será divulgado o vencedor de Julho do programa Gescontas!

Até Breve!

Related Posts with Thumbnails