• ANÁLISES
  • DESENVOLVIMENTO PESSOAL
  • ECONOMIA
  • GESTÃO
  • MARKETING
  • SER EMPREENDEDOR
  • TRABALHO
  • TUTORIAIS
  • Férias e escapadinhas baratas

    6 de Janeiro de 2010 · 24 comments

    ferias

    Aprenda a fazer férias ou escapadinhas baratas e com pouco dinheiro. Acreditem que não é difícil! Aliás o que vou aqui falar é de como é que eu costumo fazer.

    Fazer férias e escapadinhas baratas, é relativamente simples, mas acima de tudo é preciso estar consciente de que requer um pouco de paciência e de tempo para pesquisa. Por outro lado convém também ter presente que o destino poderá não ser o que pretendíamos para aquela altura.

    Mas vamos então falar de escapadinhas e de como obter férias baratas…..

    Já aqui falei no blogue de algumas das “ferramentas” que costumo utilizar quando quero escapar por uns dias do “mundo”. Uma delas é o recurso ao site da Rumbo onde encontro sempre excelentes soluções à medida do dinheiro que tiver disponível, onde as condições para reservas feita por Internet chegam a ter descontos de quase 50 % face ao preço de balcão.

    Mas vamos começar por separar as águas:

    1 – Escapadinhas de fim de semana (2-3 dias) em Portugal

    Nesta situação uma das alternativas que costumo utilizar é mesmo os cupões da Lugar ao Sol, o que significa que consigo passar um fim de semana por 120 €, tendo aqui já cobertos o alojamento, o pequeno almoço e uma das refeições. Por isso é só somar o valor de um almoço e as despesas de combustível e portagens, o que normalmente consigo fazer a festa por cerca de 75 € por pessoa por dia.

    Mas há também outras alternativas a considerar, como por exemplo a consulta a alguns sites de viagens como a Rumbo Portugal por exemplo, onde pode conseguir opções baratas e até os chamados negócios de “última hora” com grandes reduções de preço face ao normal de tabela.

    2 – Escapadinhas de fim de semana (2-3 dias) no estrangeiro.

    Pois…. por incrível que pareça por vezes pelo mesmo valor que gastaria em Portugal consigo ir de fim de semana até ao estrangeiro. Já devem ter percebido que é aqui que entram as companhias aéreas de low cost.

    Um caso concreto: Fui 3 dias para Madrid e as viagens de avião custaram-me a quantia de 4 € ida e e volta para 2 pessoas com taxas incluídas :) Mas como infelizmente os cartões de débito/multibanco portugueses não têm código CVV, tive que pagar com cartão de crédito e assim tive que pagar + 20 € de taxas. No entanto, e de acordo com o meu banco, nestas situações compensa fazer um MBNET, e assim escapamos a estas taxas de cartão de crédito.

    A somar a isto, foi mais a estadia num hotel por 120 € para 2 noites (consegui 60 € por pessoa), e 2 almoços.

    Resta dizer que não tive despesas de gasolina (fomos de metro até ao aeroporto), e em Madrid apenas  tive despesas de  transportes públicos. E é também importante referir que tive que prescindir da bagagem de porão, é que por uma simples mala até 10 Kg lá teria que pagar mais 40 € :).

    Ou seja mantendo o orçamento (que equivale a cerca de 2-3 jantares cá no burgo para 2 pessoas), sempre dá para espairecer e sair do quotidiano.

    Mas, se não querem ter todo este trabalho podem sempre consultar o site da Rumbo Portugal onde o  motor de pesquisa de vôos e hotéis da Rumbo oferece ao utilizador os preços mais competitivos do sector, funcionalidades como filtros geográficos, mapas interactivos, comentários de clientes e a possibilidade de fazer pagamentos fraccionados.

    Desta maneira, consegue-se sem grande esforço, e cumprindo o orçamento familiar umas férias ou mini férias com a garantia de ter sempre uma empresa especializada a tomar conta de nós.

    3 – Férias Baratas

    Para conseguir gozar uma férias que fiquem baratas, há muitas e diversas soluções para todos os gostos, desde o couchsurfing, à troca de casas, além daquelas soluções que já existem há muitos anos, como os parques de campismo, ou a utilização de casas de familiares (convém lembrar que estas podem sempre trazer água no bico, já que a privacidade poderá ser um problema :) ).

    Acima de tudo, é importante fazer um trabalho de planeamento, e de preparar tudo com antecedência, porque só assim se consegue negociar os melhores valores (os mais baixos) para o que queremos fazer e que estamos dispostos a pagar.

    Mas se quiserem saber mais sobre este assunto, aconselho que leiam um artigo que é dos mais populares aqui no blogue onde falo de Como ter umas férias baratas com mais detalhe.

    Resumindo

    Com um forte trabalho de pesquisa é possível obtermos umas mini-férias ou até mesmo férias baratas e adequadas ao dinheiro disponível para as mesmas. às vezes basta usar a imaginação e quebrar a rotina. E se queremos fazer inveja aos vizinhos convém não contar os nossos segredos de como conseguimos fazer.

    Afinal, as férias são consideradas por alguns como um luxo, e por outros (o meu caso) como um momento de paz, sossego, e escape do quotidiano.

    Já agora, se conhecerem mais dicas, por favor partilhem-nas (eu prometo que não conto aos meus vizinhos :)  ) e deixem um comentário a este artigo!

    Até Breve!

    Related Posts with Thumbnails

    Previous post:

    Next post: