Como fazer um negócio sair da crise?, começa a ser uma pergunta recorrente. Afinal o que é que se pode realmente fazer para sair da crise?

Apesar de não haver respostas fáceis, nem definitivas, se calhar há alguns conselhos que podem ser dados, e utilizados, para conseguir com que o seu negócio (seja ele qual for) consiga sair da crise.

Queria apenas repetir, que não há respostas fáceis, nem definitivas, mas há caminhos mais indicados que se devem seguir para que tudo decorra com o mínimo de sobressaltos.

Vamos então ver os aspectos principais da questão……

1 – A margem de lucro pode ser ajustada

Nenhum negócio consegue crescer de forma exponencial, e se cresceu 100% no ano transacto, nada lhe garanta que irá fazer sequer metade neste ano.

Ou seja, é preciso ter consciência de que muitas vezes só se consegue manter o crescimento diminuindo a margem de lucro. Afinal se pensarmos num supermercado, o segredo do negócio reside também no facto de se ter margens pequenas, mas ganha-se em volume de facturação.

2 – Os fornecedores são amigos

Não pretendo ser cínico, mas o tempo de as empresas se financiarem nos seus fornecedores (adiando os pagamentos) não é uma boa opção. É preferivél negociar novos prazos de pagamento, e tentar obter assim descontos de pronto pagamento. Assim, está-se também a ajudar quem nos gaarante o funcionamento do nosso negócio.

E nunca se esqueça, de que um fornecedor pode perfeitamente tornar-se seu cliente. Assim, quanto mais investir em fortalecer parcerias com quem trabalha, mais probabilidades terá para qyue recomendem o seu trabalho, o que significa logo mais facturação.

3 – Prazos são Prazos

Se não gostamos que nos fiquem a dever, não devemos também ficar a dever aos outros. Este ponto surge interligado com o ponto anterior. Se exigimos que os nossos clientes nos paguem a tempo e horas, temos também o dever de fazer o mesmo com os nossos fornecedores. Afinal, todos temos que ser sérios nas parcerias em que nos metemos.

Se não se consegue cumprir um determinado prazo, é preferível dizer logo que o prazo tem que ser renegociado, mesmo que isso vá custar um pouco mais. Se o dinheiro faz falta, a honra de que pratica negócios não deve ser descurada, já que o nome que temos no mercado ainda é um valioso cartão de visita.

4 – A equipa de trabalho é fundamental

Nunca é demais repetir de que o sucesso de qualquer empresa e negócio depende da equipa de trabalho que o sustenta. Por isso se a sua equipa está motivada e integrada, as probabilidades de sucesso serão semprte maiores do que aquelas que se pode esperar quando a desmotivação reina, e ninguém se interessa pelo resultado final.

Assim, é importante perceber quais são os interesses, e as dúvidas que a equipa de trabalho tem, e mantê-los a para dos desenvolvimentos que se passam na empresa.

Pior do que um segredo é um pseudo-segredo em que todos já o conhecem mas ninguém queer falar por medo de represálias.

5 – Investir, investir sempre

Nunca se deixe enganar quando pensa que “o pior já passou”. Para manter um negócio competitivo, é necessário investir e reinvestir para o manter preparado.

Atenção que investir, não significa deitar dinheiro pela janela fora. Siginifica é que cada dinheiro que se gasta espera-se um retorno, sendo que esse retorno pode ainda demorar. Mas se não se semear, de certeza que não se irá colher nada.

6 – Acreditar

Como em tudo, também nos negócios é preciso ter um pouco de fé. Afinal se não acreditarmos em nós, quem acreditará?

O que diferencia uma equipa vencedora é acima de tudo a expectativa de conseguir superar todas as dificuldades que irão de certeza surgir no caminho.

E vocês, como fazem para sair das crise? Partilhem as vossas experiências e deixem um comentário a este artigo!

Até Breve!

Related Posts with Thumbnails