A crise é como a expressão “no fio da navalha”, que significa que andamos sempre a pisar em linhas ténues. Já aqui expus o que se passa actualmente na minha vida, mas como este não é um blogue pessoal, vamos continuar com o que me traz normalmente por cá.

Nos últimos tempos, tenho conhecido empresas interessantíssimas do ponto de vista humano e de gestão, o que por outro lado, faz-me pensar afinal onde é que está a crise?

Foi após, alguns dias de repouso que comecei a identificar alguns dos problemas que se passam nas empresas portuguesas (afinal torna-se sempre mais fácil quando estamos sossegados da cabeça para poder fazer análises).

Vamos lá então por partes…..

1- O Afiar das facas

Na maior parte das empresas, existe uma altura em que se começa a preparar “as mudanças”. O que normalmente esta expressão quer dizer é que: “vêm aí despedimentos”.

É nestas alturas que o ambiente interno fica “de cortar à faca”, já que todos começam a olhar para o seu umbigo a pensar quando é que será a sua vez.

2 – Começar a Cortar

Pois, esta é a altura em que tudo começa a ficar nebuloso, e o que interessa é saber quando é que os primeiros cortes irão acontecer. Normalmente, são os mais novos na empresa que sofrem o primeiro impacto.

3 – Colocar pensos na ferida

Nesta altura, começa-se a dizer que tudo não passa de uma situação transitória e que as coisas vão melhorar!

4 – Parar o massacre

Pronto, frases como “o pior já passou”, vamos melhorar “a situação”, e todos os outros lugares comuns que são utilizados para dizer: Por agora passou, mas preparem-se porque vem aí a segunda parte!

É nesta altura que toda a gente começa a trabalhar mais, a engolir sapos, a mostrar-se indispensável, enfim a perder um pouco da sua humanidade e a tornar-se uma peça da engrenagem.

O problema residual disto tudo, é que as empresas, na usa vasta maioria, continua a considerar os seus recursos humanos como um custo, quando as pessoas que trabalham são o seu maior investimento!

E enquanto esta situação se mantiver as empresas contuinuarão no FIO DA NAVALHA!

Já agora, como é a situação no vosso local de trabalho?

Até Breve!

Related Posts with Thumbnails