Se aumentar o valor das suas dívidas, ficará cada vez mais difícil alcançar os seus objectivos financeiros, além do mais o desejo secreto de todos nós é ficar livre de dívidas.

Se uma parte importante do seu rendimento, serve apenas para cobrir os pagamentos das suas dívidas, isso significa que cada vez mais tem menos dinheiro para poupar ou para comprar outro tipo de bens e serviços.

Apesar de ser difícil equilibrar as suas contas, e libertar-se das dívidas, quando tem uma prestação da casa e/ ou do carro todos os meses apagar, será se calhar um objectivo razoável tentar reduzir as suas dívidas à prestação do empréstimo da casa.

Para tentar fazer um equilíbrio das suas contas, e conseguir libertar-se do excesso de dívidas, e assim evitar o sobre endividamento, vamos então deixar aqui algumas dicas que o podem ajudar…

1 – Acabe com novas dívidas

Se quer mesmo libertar-se das suas dívidas, pare de aumentar o valor que deve, e não peça mais créditos até liquidar os que já tem. Aprenda a só utilizar os cartões de crédito se conseguir pagar na totalidade o valor do que utilizou no mês seguinte. Em vez de recorrer constantemente ao cartão de crédito, utilize um cartão de débito, assim automaticamente está a usar o dinheiro que tem na sua conta à ordem, sem sobrecarregar os seus encargos (lembre-se sempre que o dinheiro tem sempre um custo). Se não tem dinheiro para fazer uma determinada compra no momento, é preferível poupar e comprar apenas quando tiver o dinheiro disponível.

2 – Considere a possibilidade de um crédito consolidado.

Existem várias opções no mercado, que lhe permitem consolidar as suas dívidas e assim aumentar o dinheiro disponível mensalmente. Não se esqueça é que aumenta o prazo para pagar as suas dívidas. Por isso tente fazer um orçamento mensal, e faça por o cumprir.

Contudo, não utilize esta estratégia enquanto não conseguir realizar de forma eficaz o que está explicado no ponto 1, ou seja, não se endivide ainda mais e acabe com novas dívidas.

3 – Estabeleça prioridades e Pague as suas dívidas

Faça uma lista de todas as suas dívidas e pagamentos mensais, liste as dívidas por ordem decrescente daquelas que têm uma taxa de juro mais elevada, até às que têm uma taxa de juro mais baixa.

Adicione os pagamentos mínimos que já tem definidos, e depois determine quanto mais necessitará e conseguirá poupar para começar a liquidar essas dívidas. Em vez de pagar mais um bocado em todas as suas dívidas, use esse dinheiro para começar a liquidar de vez o crédito que tiver a taxa de juro mais alta. Uma vez que tenha conseguido pagar essa dívida, comece a liquidar a dívida seguinte com a taxa de juro mais elevada, das que ainda restarem na sua lista.

Acima de tudo, tente fazer uma gestão racional do seu dinheiro, e tente sempre que possível POUPAR!

Já agora, conhece mais dicas que posam ser úteis para se livrar das dívidas? Partilhe a sua opinião e deixe um comentário.

Até Breve!

Related Posts with Thumbnails