• ANÁLISES
  • DESENVOLVIMENTO PESSOAL
  • ECONOMIA
  • GESTÃO
  • MARKETING
  • SER EMPREENDEDOR
  • TRABALHO
  • TUTORIAIS
  • 6 Dicas eficazes para controlar os seus gastos

    22 de Maio de 2009 · 21 comments

    Controlar os gastos, não costuma ser um exercício fácil de fazer, principalmente porque necessitamos sempre de gastar dinheiro nas despesas do nosso dia-a-dia.

    Por outro lado, controlar os gastos, implica disciplina, e acima de tudo auto-controlo para não cair em tentações, ou fazer gastos descontrolados.

    E, convém também não esquecer, que se queremos começar a poupar dinheiro, o montante disponível para poupança está directamente relacionado com aquilo que gastamos.

    Algumas dicas, para controlar os seus gastos, incluem:

    controlar-gastos1 – Analise os seus gastos mensais

    Fica surpreendido quando percebe o quanto gasta em refeições fora de casa, nas compras do supermercado, em espectáculos, ou em roupa? Pense seriamente nas suas despesas e para onde está a ir o seu dinheiro, e procure formas de reduzir os seus gastos em coisas supérfluas. Olhe bem para o seu armário e pense bem antes de comprar roupa que não necessita.

    Outra das formas de poupar dinheiro nas compras do supermercado, é fazer uma lista dos artigos que necessita antes de sair de casa e manter-se fiel à lista (tente combater as compras por impulso).

    Não se esqueça, que as pequenas somas gastas pró dia podem representar uma grande soma no final do mês. Se tomar como exemplo o pequeno-almoço no café (cerca de 1,50 € em média, no final do mês já conseguirá poupar 33 €, e no final do ano cerca de 363 €).

    2- Analise as maiores despesas

    Quando foi a última vez que pediu uma proposta para o seu seguro automóvel, ou para o seguro da casa? Se calhar vale a pena ir comparando preços e optar pela melhor relação preço/ qualidade.

    3 – Estabeleça um plano de despesas e escreva-o.

    Faça um orçamento de todas as suas despesas maiores, e não compre nada que não tiver previamente orçamentado ou previsto (a não ser em caso de necessidade máxima).

    4 – Atire fora os seus cartões de crédito (ou pelo menos esconda-os por um tempo).

    A maior parte das pessoas consideram mais difícil gastar dinheiro quando vêem ao vivo e a cores as notas. Por isso nos próximos meses faça compras apenas em dinheiro. Assim, verá que evitará as compras por impulso.

    Por outro lado, ao ver o dinheiro, terá sempre maior consciência dos seus gastos reais. Desta forma, conseguirá “impor” algumas regras na sua utilização.

    5 – Não compre artigos apenas porque são baratos.

    Quantas vezes fazemos compras por impulso, apenas porque encontramos uma “pechincha”, e depois quando chegamos a casa percebemos que não vamos dar utilidade ao que acabamos de comprar. Para ajudar a controlar os seus impulsos, compare preços e valor de um determinado artigo, e Não o compre logo!

    Vá para casa e se vir que realmente vale a pena, faça uma segunda visita à loja e aí sim compre!

    6 – Pense bem antes de fazer uma compra maior.

    Muitas vezes não fazemos contas à manutenção de que vamos precisar para um determinado artigo. Será que precisamos mesmo de um computador novo, ou de uma mota, ou de um carro novo?

    Por que não considerar a compra de artigos semi-novos com garantia, em vez de comprar um artigo novo?

    Acima de tudo, pense que viver bem, não significa gastar bem! Considere que deve ter sempre dinheiro de lado para uma emergência, ou vá lá… para alguma despesa que queira mesmo fazer sem por em perigo a sua saúde financeira! J

    Para o ajudar a perceber onde gasta dinheiro, pode sempre utilizar o programa Gescontas, que estou a sortear todos os meses entre os assinantes por e-mail do blogue. Basta receber as actualizações por e-mail e habilita-se a receber de graça a versão completa do Gescontas.

    Já agora, conhece mais dicas para controlar os gastos? Partilhe a sua opinião e deixe um comentário!

    Até Breve!

    Related Posts with Thumbnails

    { 21 comments… read them below or add one }

    joliveira Maio 22, 2009 às 21:46

    São bons conselhos. A bricolage caseira pode tambémser uma forma de evitar comprar coisas que se podem arranjar, recriar ou modificar :)

    joliveiras last blog post..Simuladores de ambientes e cenários online

    Responder

    Renata Martins Maio 24, 2009 às 8:40

    Acho que de um modo geral, está tudo mais ou menos dito.
    Na minha opinião, ajuda separar para uma conta-poupança uma parte do rendimento disponível logo que o recebemos, porque assim já não contamos com essa parcela. Por outro lado, fazer um orçamento mensal e anotar tudo o que se gasta, fazendo uma análise semanal da evolução, é na minha opinião, eficaz, pois se esperarmos somente pelo final do mês para o fazer, o sentido de “controlo de gasto” dilui-se no tempo, o que acaba por levar a gastos não previstos.

    Responder

    Pedro Maio 24, 2009 às 12:35

    @ Renata
    De dacto e por muito que custe admitir à maior parte das pessoas, a verdade é que um orçamento mensal ajuda-ns a discplinarmo-nos com o nosso dinheiro.

    Responder

    Renata Martins Maio 24, 2009 às 18:53

    Oh se ajuda. Só quando comecei a fazer um, consegui, por exemplo, começar a poupar. Neste momento, consigo perceber exactamente onde gasto cada cêntimo do ordenado. Por exemplo, olhando para os meus gastos, vejo que gasto imenso dinheiro em formação (vá, chamemos-lhe investimento) e em serviços de restauração (isto sim, um gasto).
    Comecei por registar os gastos e depois comecei a planificar o que iria gastar. No meu caso pessoal, este processo de registo foi fundamental. Fui criando alguns instrumentos de trabalho e todos os meses vou aperfeiçoando mais qualquer coisa. E de facto, consegui criar alguns hábitos saudáveis em relação ao dinheiro, nomeadamente consumir sim, mas de forma racional…

    Responder

    Pedro Maio 25, 2009 às 21:22

    @ Renata,
    Confesso que no meu caso pessoal, primeiro comecei por anotar tudo numa folha de papel que andava sempre na carteira, depois passei para uma folha do excel, e agora utilzo o Gescontas :)
    (sim aquele programa que estou a sortear todos os meses entre os assinates por e-mail do blogue – passe a publicidade). :) )

    Responder

    armenio graça filho Janeiro 13, 2010 às 0:15

    Parabens

    O site é interessante e objetivo. Muito bom!

    Abcs.

    Armenio

    Responder

    Pedro Janeiro 13, 2010 às 0:58

    @ Arménio
    Obrigado pelo comentário (e pela visita claro :) )
    E espero vê-lo por cá mais vezes!
    Obrigado!

    Responder

    jaqueline Janeiro 15, 2010 às 19:58

    olha eu gasto demais, mas agora vou sabe como gasta !!! aprendi como só oq ganhamos por mes
    Eu tenho conta ate a cabeça!!! meu deus oq eu faço

    obrigada!!

    Responder

    Pedro Janeiro 18, 2010 às 9:16

    @jaqueline
    Bem vinda ao blogue e obrigado pelo comentário.
    às vezes as pequenas coisas são mesmo as mais simples para começarmos.

    Responder

    Como Fazer um Blog Julho 11, 2010 às 9:00

    Boas dicas.
    Reciclar, para além de poupar o planeta e fazer com que gastemos menos ou sejamos menos consumistas, está na moda.
    Como Fazer um Blog´s last blog post ..Como aumentar as visitas no blog

    Responder

    Telma Leal Setembro 12, 2010 às 9:14

    Bom artigo, boas dicas. Se quiserem algumas dicas de como receber algumas ofertas q até podem ajudar a poupar, visitem o meu blog.

    Continuaçao do bom trabalho no site.
    Telma Leal´s last blog post ..Ganha brindes gratis de Marrocos!

    Responder

    Bruno amaral Dezembro 8, 2010 às 22:47

    Boas dicas e coerentes.
    Gostei

    Responder

    Negócios Janeiro 10, 2011 às 13:46

    Acho que a grande mensagem que deve ficar é que é muito importante as pessoas terem consciência dos seus gastos diários por menores que sejam.

    Renegociar o seguro do carro por exemplo é uma coisa que a grande maioria não faz, mas deveria fazer todos os anos pois o carro desvaloriza.

    Fazer compras somente na época dos saldos é fundamental para se economizar muito dinheiro, principalmente para aqueles que gostam de usar roupas de marcas famosas.

    Tomar café antes de sair de casa ao invés de tomar na rua.

    Ao invés de sempre jantar fora com os amigos, combinar um jantar na casa de uma das pessoas de vez em quando. Poupa-se muito dinheiro.

    Não comprar carro novo (0 km) pois desvaloriza muito logo que sai do revendedor. Prefira carros semi-novos ou de serviço que venham com garantia.

    É fácil poupar, mas para isso é preciso quebrar alguns paradigmas pessoais. Isto sim é o mais difícil, pois as pessoas se agarram a determinados hábitos que só trazem prejuízo a longo prazo.

    Bom Post!
    Negócios´s last blog post ..Crédito Para Pequenos Negocios

    Responder

    Luiza Abril 27, 2011 às 19:36

    Parabéns! Muito interessantes essas dicas.

    É muito importante as pessoas terem consciência de como registrar seus gastos e colocar tudo no papel dá uma noção muito maior das coisas surpérfluas que consomem nosso dinheiro.

    Muito 10 mesmo!

    Estou aprendendo a controlar meus gastos, e pode ter certeza que esse post já foi uma ajuda e tanto!

    Responder

    Gilson Agosto 29, 2011 às 13:23

    Para gastar bem o seu dinheiro é necessário avaliar se há necessidade de comprar o item ou se pode passar sem ele, caso positivo aguarde ter o dinheiro para comprar à vista, vc pode pedir desconto. Vc deverá guardar no mínimo 30 por cento do seu salário, para poupança em caso de extrema necessidade.

    Responder

    olga patrocinio faite Setembro 13, 2011 às 13:30

    gostei muito do vosso conselho,

    Responder

    VALDIR FAVATO Novembro 3, 2011 às 15:03

    BOM, AS DICAS SÃO BEM OBJETIVAS E COMPLETAS, ESTOU CANSADO DE JOGAR MEU DINHEIRO FORA, AGORA ESTOU DECIDIDO A ECONOMIZAR ! BOM BLOG

    Responder

    JANE Julho 25, 2012 às 14:22

    EITA CONTROLAR OS GASTOS NÃO É FACIL.
    ESSES 5 MESES FIQ

    Responder

    JANE Julho 25, 2012 às 14:25

    EITA CONTROLAR OS GASTOS NÃO É FACIL.
    ESSES ULTIMOS 5 MESES PAGUEI UMA DIVIDA DE 570,00 OU SEJA FIQUEI QUASE SEM DINHEIRO, MAIS COMO ESSE MES NAO TEREI MAIS ESSA DIVIDA PRA PAGAR, VOU TER QUE ME CONTROLAR POIS UM BB VEM POR AI E AI JA VIU MAIS GASTOS, MAIS VOU TER QUE CONTROLAR.
    POIS SE TIVER UMA EMERGENCIA TEREI DE ONDE TIRAR. AS DICAS SAO BOAS, VOU TENTAR FAZER ESPERO CONSEGUIR. ABRAÇOS A TODOS, E BOM DIA

    Responder

    RENATA Setembro 13, 2013 às 0:38
    João Moreira Novembro 7, 2013 às 18:54

    Efetivamente, são muito bons conselhos. Porém, muitas vezes as famílias portuguesas são confrontadas com problemas de sobre-endividamento. Na verdade, em situações de impossibilidade de fazer face a todas as despesas correntes e obrigações assumidas o melhor caminho é a apresentação á insolvência. Foi o que me disse uma Advogada que é a Sra. Dra. Fátima Pereira Mouta, que é especializada em Insolvência e Recuperação de pessoas singulares e empresas. O seu site é o http://www.advogadosinsolvencia.pt

    Responder

    Leave a Comment

    CommentLuv badge

    Previous post:

    Next post: