O segredo para poupar nas compras de supermercado, está na escolha das marcas próprias, ou também chamadas de marcas brancas.

 De acordo com um estudo recente da agência financeira, as marcas próprias (ou marcas brancas) do supermercado e hipermercados, representam uma poupança de cerca de 40% face às marcas líderes de mercado.

 Mas, afinal o que são estas designadas marcas brancas?

 Na verdade, muitas das vezes, ao comprar marcas brancas de um determinado supermercado, estamos a comprar marcas líderes, com algumas alterações quer ao nível da embalagem, quer ao nível da composição (se bem que neste ponto existem algumas divergências de que falarei a seguir).

 A verdade é que em termos de produtos básicos como sejam o arroz, produtos de higiene pessoal, lacticínios, bolachas e cereais, enlatados, bebidas e outros (azeite, óleo e sal) a diferença que se obtém face a produtos de marca líder, ou de referência de mercado, é de cerca de 40 %.

 De uma forma genérica representa uma poupança de cerca de 32, 95 euros.

 Por outro lado, a aposta dos supermercados nas suas marcas próprias, tem representado um aumento de vendas cada vez mais substancial nas vendas das mesmas.

 De qualquer forma, em alturas de crise ou de poupança e redução de custos, todos os consumidores pensam da mesma maneira, e uma das formas de reduzir encargos mais facilmente, é precisamente na alimentação e nos produtos de maior consumo, necessários para o dia-a-dia.

 Há ainda que considerar que na relação qualidade / preço, os consumidores reconhecem que ao comprar as marcas brancas de um supermercado, é uma relação equilibrada face ao dinheiro que dispõem e que permite efectuar poupança, para rentabilizar o dinheiro disponível.

 Afinal, economia doméstica, é isto mesmo!

 Já agora, como fazem as vossas compras? Optam pelas marcas de referência, ou pelas marcas brancas?

Related Posts with Thumbnails