Já estamos fartos de ouvir falar em crise financeira, mas e quando a Crise no emprego, começa a fazer das suas?

Cada vez mais, ouvimos as pessoas queixarem-se de que com o cenário de crise instalado, quer em termos económicos, quer em termos financeiros, os problemas no emprego começam a crescer e a tornar-se cada vez mais incomportáveis.

Mas, o que é isto de Crise no Emprego?

crise-no-emprego

A crise no emprego, começa quando as relações de trabalho se começam a deteriorar por manifesta falta de compreensão os membros de uma equipa de trabalho.

Já por várias vezes abordei aqui no blogue algumas estratégias para lidar com situações desagradáveis no local de trabalho. No entanto, a verdade é que não há nenhum comprimido mágico que traga a solução.

Num cenário de crise instalada, o que acontece é que todos temem perder o seu emprego, o que só vem fortalecer a posição dos conselhos de administração das empresas, pois num cenário de medo, impera a vontade de quem tem o poder dentro de uma organização.

Ou seja, com base neste cenário, o que acontece é que as pessoas temem que o próximo despedimento seja o seu. O que isto traduz na prática, é um sentimento de insegurança, onde cada um luta por si, esquecendo os princípios básicos do trabalho em equipa.

O que assistimos, é a uma mudança de comportamentos e atitudes que mais não são do que o reflexo do medo e da insegurança, provocados pela ansiedade e angústia de quem sente a crise a bater à porta.

Confesso que nos últimos tempos tenho questionado por várias vezes se os reflexos e as previsões do agravamento da crise, não começam de facto nos nossos próprios locais de trabalho e da forma como tudo o que temos escutado, lido e conversado sobre o espectro da crise, nos começa a afectar na nossa própria maneira de agirmos e de pensarmos sobre os problemas.

A verdade, é que o conceito de emprego, já não é garantia de nada nos dias que correm, e se calhar devemos é começar a acreditar nas nossas capacidades para a cada dia que passa aprendermos a fazer algo diferente, ou seja a investirmos em nós próprios.

E vocês, já sentiram a crise no emprego? Partilhem a vossa opinião e deixem um comentário.

Até Breve!

Related Posts with Thumbnails