O pior que tiver que acontecer, irá acontecer e na pior altura possivél” – esta é uma das muitas variantes da lei de Murphy, que se bem que se diga que Murphy seria um engenheiro da NASA, há também quem diga que este é mais um dos mtos urbanos que criamos para disarçar a nossa má gestão.

Confesso, que a ideia deste post surgiu numa conversa com alguns colegas, quando falavamos sobre a necessidade de actualizarmos alguns procedimentos internos.

Mas afinal, qual é o impacto da Lei de Murphy nas nossas vidas?

A verdade é que todos já passamos por momentos em que o que poderia correr mal, correu efectivamente mal e na pior altura possivél, e esta conclusão pode facilmente ser encontrada na nossa vida pessoal, profssional, e social.

Aquilo que a Lei de Murphy nos diz, é que por mais preparados que estejamos irá haver uma altura em que se é possivél que algo corra mal, será nessa altura precisamente que irá correr mal.

Mas, aquilo que aprendemos com a Lei de Murphy, é que temos que estar sempre preparados para que algo irá correr mal, e temos é que aprender a aceitá-lo como um facto natural, e não como algo perturbador.

Resumindo, é com os erros que vamos aprendendo e corrigindo, tenhamos é a coragem de saber errar e correr riscos.

E consigo…. já sentiu os impactos da Lei de Murphy na sua vida?

Para ficar sempre a par das novidades do blogue, subscreva a feed RSS.


Related Posts with Thumbnails