Uma crise de Stress, ou o stress causado pela crise, é algo que pode acontecer a qualquer um.
No entanto, há formas de minimizar os “estragos” que o stress nos pode causar, quer a nível pessoal quer a nível profissional.

Se quisermos analisar o stress numa fórmula, podemos achar algo deste género:
Stress = + solicitações – prestação

Ou seja, o stress é causado pelo aumento das solicitações que sofremos, o que irá provocar uma menos prestação de trabalho, ou de esforço, conduzindo ao que chamamos de “estado stressante”.

Paralelamente, achamos que precisamos da adrenalina provocada pelo Stress para sermos produtivos e eficazes.

Vamos então por partes, analisar como podemos enfrentar as crises de Stress.

1- Reconhecer as Causas

Saber reconhecer o que nos provoca stress é meio caminho para sabermos como resolver uma situação de stress. É importante também saber que as causas podem ser externas ou internas.

2 – Elaborar um plano

Como em qualquer actividade, a organização da nossa vida, deve ser feita de acordo com um plano realista e acima de tudo organizado e planeado, de maneira a diminuir os nossos níveis de ansiedade.

3 – Procurar ajuda

Não é necessário ir a correr ao médico, basta na maior parte das vezes reformularmos as nossas actividades e recorrer aos que nos estão mais próximos (amigos, colegas, família).

4 – Utilizar a Técnica ARR

A técnica ARR significa Abrandar, Relaxar e Reflectir. Ou seja, fazer uma pausa, descansar mais, arranjar um hobbie, e repensar a nossa forma de encarar o trabalho e os outros.

5 – Formas de escapar ao Stress

Admitir que há sucessos mas também há insucessos.
Aprender a dizer não, quando se exige demasiado.
Adiantar o despertador meia hora – a pressa desencadeia o stress.

Resumindo, para conseguir gerir o stress, devemos ser capazes de conseguir encontrar um equilíbrio entre as nossas prestações e as solicitações a que somos sujeitos. Acima de tudo temos que ser capazes de aprender com os nossos erros e saber que há um tempo para tudo.
Portanto, se ainda não atingiu os seus objectivos, ou se sente “stressado” pare um pouco e tente uma nova estratégia de abordagem aos males que o afligem. Afinal tudo demora o seu tempo.

Já agora, qual é o seu nível de stress? Considera-se stressado a todo o momento?

Para ficar sempre a par das novidades do blogue subscreva a feed RSS.

Até Breve!

Related Posts with Thumbnails