A Gestão de recursos humanos, é uma das áreas mais complexas da gestão derivado de ser a gestão das pessoas, ou seja, é muito mais do que a mera gestão administrativa, é acima de tudo a gestão das expectativas e da moral.

Normalmente, uma crise afecta em primeiro lugar as pessoas, pois é delas que partem as expectativas frustadas, sejam elas económicas, financeiras, pessoais, entre outras.

Se quisermos tentar ser objectivos e pensar como uma empresa, como resolveremos, e faremos a nossa gestão em tempos de crise?

Vamos então a algumas ideias simples a reter (e de preferência a utilizar)

1 – Avalie a Situação

Faça uma análise SWOT de si próprio, ou seja, avalie as suas forças, fraquezas, ameaças e oportunidades, e de preferência escreva-as. Assim saberá o que deve melhorar bem como onde se especializar, e apostar em força, não descurando os seus pontos fracos. Assim saberá sempre como apostar na formação de que necessita.

2 – Desenhe um plano de acção

Com base no que apredndeu no ponto 1, prepare um plano a médio prazo e estabeleça pontos intermédios de avaliação, para saber se está no bom caminho. Assim terá sempre oportunidades de corrigir eventuais desvios, ou mesmo até modificar os seus objectivos propostos.

3 – Rede de Contactos

Não basta falar de Networking, é preciso ir pondo em prática. Mantenha os seus contactos actualizados e pontualmente entre em contacto com os seu amigos, conhecidos, colegas, ex-colegas, enfim, mantenha-se a par da informação que o rodeia e isole a que lhe interessa ou possa vir a interessar.

4 – Aprenda a Errar

Sim, o título está certo! Aprenda a errar e acima de tudo a aprender algo de produtivo com os erros, assim pelo menos o tempo, e esforço não terão sido desperdiçados em vão. Acima de tudo lembre-se da velha máxima: Mais vale uma decisão errada, do que não tomar decisão nenhuma!

5 – Seja Realista

Defina o seu plano cuidadosamente, mas saiba sempre o que é realmente possível de ser alcançado com os meios de que dispõe. Tenha sempre em conta uma margem de erro de cerca de 20%, para estar preparado para lidar com os imprevistos.

6 – Seja optimista

Não desespere com os contratempos, encare-os como um novo desafio que terá que superar, com os quais irá aprender, e que no final lhe servirão para tirar roveito de uma situação que á partida lhe parece desfavorável.

7 – Verifique o seu orçamento

Aprenda a fazer como as empresas, elabore um orçamento pessoal e corrija os desvios que (de certeza) irão acontecer. Tente não gastar mais do que aquilo que efectivamente consegue ganhar.

8 – Aprenda a recomeçar

Não tenha medo se todo o plano que desenhou e que seguiu se começa a desmonorar, se calhar pode ser um indicador de que deveria ter tomado outras opções, por isso seja persistente, mantenha-se sempre pronto para refzaer tudo de novo até acertar.

E pronto, aqui ficam algumas das dicas mais importantes que considerei para esta pequena análise.

Já agora, algumas vez as utilizou, conhece outras que deveriam ter sido referidas?

Para ficar sempre a para das nvoidades do blogue, pode sempre subscrever a feed RSS.

Até Breve!

Related Posts with Thumbnails